domingo, 8 de junho de 2008

Saudade

Saudade é solidão acompanhada, é quando o amor ainda não foi embora, mas o amado já... Saudade é amar um passado que ainda não passou, é recusar um presente que nos machuca, é não ver o futuro que nos convida...Saudade é sentir que existe o que não existe mais... Saudade é o inferno dos que perderam, é a dor dos que ficaram para trás, é o gosto de morte na boca dos que continuam... Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade: aquela que nunca amou. E esse é o maior dos sofrimentos: não ter por quem sentir saudades, passar pela vida e não viver. O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido.

Pablo Neruda

2 comentários:

Um Momento disse...

Adoro Pablo Neruda...
Saudade de o ler...
Grata por este Momento Anad
Deixo um terno beijo desejando uma boa semana:)

Clarim disse...

Deixa-me ser convencida e pensar que foste buscar o poema depois de falares comigo. Verdade ou não tinha-me esquecido como o Pablo Neruda é Sábio.
Beijos
Clara