sábado, 5 de julho de 2008

Ainda o tema libertação da Ingrid

Acreditem que fiquei muito contente com a libertação da Ingrid, mas achei que há uma grande campanha política à volta disto tudo, por parte da França e da Colômbia. Ninguém falou se havia ou não outros reféns nas FARC, nem a própria Ingrid nem nenhum jornalista lhe fez essa pergunta.
Parece-me este caso, com as devidas diferenças do conteúdo em si, idêntico ao desaparecimento da Maddie no Algarve. Tudo se fez para a encontrar e as outras crianças portuguesas desaparecidas, onde é que se fala delas tanto assim, que esforços foram feitos?

Há sem dúvida encenações no nosso globo e pobres daqueles que não têm ninguém que os acuda. O governo colombiano é assim tão inocente? Nem se fala dele. O importante foi o acto heroico de salvar a Ingrid, pelos americanos, claro!

Tudo isto me parece um teatro. A vida é um teatro...a pobre da Ingrid teve sorte, mas ninguém lhe repõe seis anos de vida sem a família. Ah, lembrei-me agora, o Papa talvez vá perguntar pelos outros reféns, quando a Ingrid o for ver. Aguardemos.

2 comentários:

Ana Camarra disse...

Por acaso...

isabel victor disse...

É verdade ...

Toda a verdade !

Só "vemos" o que nos revelam. Só pensamos o "pensável" que se configura na limitada quadratura do ecran. Tudo manipulado. Riso e choro. Tudo orquestrado ...



_______ Bj*, Ana