segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Vou ser capaz

Tenho junto de mim um ser humano a dormir, serena e plácida e aos seus pés a minha cadelinha, atenta e protectora. Bastava-me isto para ser feliz, mas tenho outros amores, as minhas duas filhas e os meus dois filhos que os fiz vir ao mundo ainda jovem e no caso das mais velhas com muita inexperiência. O que eu aprendi com a vida e com elas e eles. Fizeram-me descobrir coisas que eu nunca pensei que tivesse capacidade de as ter feito para o bem e para o mal. Nós nunca somos um livro aberto. Somos vários livros em diferentes alturas da vida ou ainda no mesmo momento.
A existência é uma construção e temos de nos despir dessa construção tão ficticia, primeiro dos bens materiais, mas também dos culturais de tudo o que temos sedimentado no corpo e que nos obriga a rotinas e comportamentos paginados por um mesmo mestre: a sociedade.

Ser livre e desejar morrer com um pouco de sabedoria, temos de optar, optar pelo simples e quando digo simples, não digo simplório, digo a capacidade de silêncio e tolerância pelo outro e o desenvolvimento da capacidade de se dar. Meditação e reflexão sobre o que somos e viver com esse pano de fundo, tudo muda na nossa vida: alimentação, opções, harmonia com a natureza e com os seres vivos. Dificil, claro que é mas tudo é possível quando está em causa o bem estar de outros e a capacidade de poder cumprir em parte os objectivos que o Universo traçou para nós. Eu acredito em Deus, de uma forma especial, muito minha, por isso tenho esperança na mudança e quero acreditar que vou ser capaz.

2 comentários:

história e arte disse...

Olé Anad!!

q belo texto, q sabedoria! oxalá sajamos capazes! é o q vamos tentando, não é??

quanto ao museu do ferro de Moncorvo, infelizmente ainda não tive oportunidade de conhecer, conheço o director Nelson Rebanda e os projectos q ele vai desenvolvendo, q eu vou atentamente admirando... mas para saber + sobre o museu o melhor é contactá-lo a ele directamente... eu tenho um link p a autarquia de moncorvo no post (instituição q tutela o dito museu)... s acaso não conseguir contactá-lo diga-m q eu envio-lhe o mail do Nelson...


beij

ps. quanto às publicações sobre Museus \ Museologia, da sua autoria, se as quiser disponibilizar p eu as ter aqui no meu espaço à venda teria todo o gosto!! tb tenho uma pequena secção bibliografica !!!


beij

bolodechocolate disse...

Anad:não a conheço,não sei como é verdadeiramente,e este não é o local mais indicado para "conhecermos realmente" alguém.
Mas tenho de lhe dizer,que do pouco que mostra,gosto.
Aprecio a placidez,a tranquilidade aparente,as palavras reveladoras de grande sabedoria de vida.Principalmente a sua humanidade e o sentimento de partilha que me proporciona no seu blogue.
Obrigada
Beijo da Dri