sábado, 24 de outubro de 2009

Fui visitar a Casa das Histórias de Paula Rego


Fui visitar a Casa das Histórias da Paula Rego em Cascais e gostei, gostei do edifício e da colecção. Ela é uma mulher que desenha fabulosamente, mas é muito amargurada e com memórias em camadas dolorosas. A sua pintura arrepia, ou se gosta ou não se gosta, eu gosto e muito. O edifício é do Sotto Moura e é belo mas como muitos arquitectos só pensam na sua obra e não nos públicos e na função, não há espaço para serviço educativo, nem laboratório de investigaçao nem biblioteca. Espero que este assunto seja resolvido com uma ampliação. Fui lá com os meus alunos de mestrado e a Dalila Rodrigues contou-nos tudo.

3 comentários:

Multiolhares disse...

Sem duvida que a criação é importante no entanto não se deve de descorar todo o resto, e sem duvida que a parte educativa é imprescindível
beijinhos

gaivota disse...

é linda!, também andei por aí, morei na parede, fomos vizinhas...
nas tuas orações, pede a Deus muita paz para o joão
bom domingo
beijinhos

coraçãodemaçã disse...

Olá miúda!
O tema do teu último post é-me muito querido.
Gosto tanto dessa pintora que adquiri um livro muito belo sobre o seu trabalho.Faz parte da colecção de arte contemporânea PUBLICO SERRALVES,editado por Ruth Rosengarten com o título "Compreender PAULA REGO-25 perspectivas".
As reproduções dos seus quadros são acompanhadas por maravilhosos textos e entrevistas feitos por gente como o Alexandre Melo,Fiona Bradley,Ana Marques Gastão,Sarah Kent,Victor Willing,Lynne Cooke e muitos outros.
Amo a sua lucidez,a coragem dos temas,a leladade ao real,a recusa a cedências românticas,bonitinhas e rodrigosas.Também admiro muito o humor verrinoso contido na exposição dos corpos sem cosméticas embelezantes e as cores sorumbáticas.
Obrigada por a trazeres aqui.Acredita que apreciei devidamente.
Envio-te beijos coloridos e alegres.Claro que se embaterem na "Parede" espero e desejo que façam ricochete e te encontrem no ressalto :-))
Dri