quinta-feira, 3 de abril de 2008

DANÇA DOS SETE VÉUS



«Sua origem é muito especulada: já foi associada à passagem bíblica onde Salomé pede a cabeça de João Baptista. Actualmente, é muito comum ver a dança ser vinculada aos sete chakras corporais, onde cada véu teria a cor de um dos chakras, simbolizando sua transformação.
A interpretação mais bela seria a de que esta tivesse sido originada de uma antiga lenda babilônica que dizia que a deusa Ishtar descia ao mundo subterrâneo e permanecia lá por seis meses. A terra morria e nada nascia. Mas quando seu marido Tammuz descia para vê-la, nos outros seis meses do ano, a terra renascia e todos celebravam. Ishtar, ao descer, passava por sete portais e em cada um deles deixava um de seus atributos: saúde, beleza, poder ..., até chegar nua e indefesa como todos os mortais. Para cada portal atravessado pela deusa, a bailarina se despe de um véu. Para cada um, executa-se um movimento diferente, sugerindo um sentimento ou uma expressão variada.»

3 comentários:

Mocho Falante disse...

Adorei a lenda, simplesmente genial

Beijocas

isabel victor disse...

Lindo !

Fico contente por ti ...



saudades


iv

Ana Paredes Mendes disse...

fabulosa a lenda da dan�a...adoro o seu misticismo!